Ana Carvalho

HOLANDAwww.anacarvalho.nl

Ana Carvalho (1952 – Porto).

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês-Alemão).

Bolsa de estudo na Universidade de Leipzig, tradutora e leitora de Português na Universidade Humboldt (Berlim).

Tradução (também literária) na Bélgica e na Holanda onde reside actualmente.

Curso de Fotografia Digital na Academia Fotogram de Amesterdão.

Várias exposições individuais e colectivas em Amesterdão, Bruxelas, Utrecht, Haarlem e ainda em Lagoa, Porto, Póvoa de Varzim, Matosinhos, Óbidos, Cascais e S.João da Madeira.

Membro da redação (como fotógrafa e designer) da revista digital Zuca-Magazine de divulgação da literatura lusófona na Holanda.
.
Publicações: ”O mundo de Lobo Antunes”, “MarTerraMar”, “O relógio da alma”,  dois números especiais em papel da revista Zuca-Magazine sobre “Poesia” e “José Saramago”.

Colaboração em várias revistas digitais.

Fotografias para o livro “Deus é brasileiro” de Harrie Lemmens.

Fotografias para capas de livros.

Projeções em sessões literárias.

 

EXPOSIÇÃO: PAISAGENS IMPOSSÍVEIS                                                                                                          Casa da Cultura de Avintes

© Ana Carvalho

“(…) amo as paisagens impossíveis e as grandes áreas desertas dos planos onde nunca estarei.” (Fernando Pessoa, Livro do Desassossego)
 
É este o mote do meu projecto que nasceu justamente da leitura de um fragmento do Livro do Desassossego.
Estas “paisagens” não nasceram de imediato, no momento em que as fotografei. Só quando as fui rever mais tarde no computador é que tive a sensação de que as imagens que desfilavam diante dos meus olhos sugeriam paisagens, possuíam características formais suficientes para sê-lo.
Elas representam para mim a essência da paisagem a que chegou nas suas pinturas Nicolas Staël, um pintor que muito admiro e me serviu de fonte de inspiração e me levou a descobrir aquilo que não vi logo à primeira vista.
Além disso, esta minha sugestão pode ser considerada como um desafio ou um apelo à imaginação do espectador.

 

 

 

 

 

554 Total de Visitas 1 Visitas Hoje