PORTUGAL

Nasci e vivi em África até à adolescência, sempre habituada a portas abertas para quem quisesse entrar, sempre disponível para o outro e habituada a um Mundo de contrastes e imensidão.

O Mundo era muito mais do que os meus olhos conseguiam alcançar… por isso hoje ainda continuo a achar que o meu umbigo fica demasiado perto, focando o meu olhar para lá do horizonte, onde existe muito mais para além de mim.

Nesta procura surgiram 3 grandes paixões:

As VIAGENS – Que não são mais do que portas abertas ao desconhecido, a outras realidades tão diferentes da nossa as quais me fizeram sair da minha linha de conforto procurando novos limites. Foi aqui que tive o primeiro contacto com a fotografia aos 50 anos numa viagem fotográfica com a pessoa que me inspirou a seguir esse Caminho ( o fotógrafo de viagens Joel Santos). Depois disso fiz alguns Workshops de fotografia com J.Pedro Martins ( noções técnicas e básicas de fotografia), Luís Campos (fotografia de viagem), Joel Santos (Ligthroom) e Instituto Português de Fotografia ( iniciação à fotografia).

A FOTOGRAFIA – O registo e a captação de olhares pelo Mundo, conseguir ler neles a Alma e eternizá-la em imagens.

E por fim o VOLUNTARIADO – Com ele aprendi que é preciso muito pouco para se ser Feliz . Descobri também que a Felicidade reside na simplicidade de um olhar, num sorriso, dentro de um abraço, num nascer do sol, num doar-se ao outro…

 

EXPOSIÇÃO: (CON) VIDA (S)

© Isabel Silva

A Índia foi um verdadeiro murro no estômago, foi um derrubar de todas as crenças impregnadas ao longo de uma Vida. E foram os “Olhares” destas crianças que me permitiram chegar ao mais recôndito das suas Almas e ler o mais profundo dos seus Seres. Só assim, a gente sente … e ao sentir a gente sabe … “O essencial é invisível aos olhos, e só se vê bem com o coração” Antoine de Saint-Exupėry in “O pequeno Príncipe” SINTAM cada um destes “Olhares” (Con) VIDA (s).

 

 

 

 

 

 

Total Page Visits: 38 - Today Page Visits: 1