Iván Garcés

Iván Garcés, nasceu em Quito (Equador), em 1963. Faleceu em Madrid (Espanha), a 16 de Setembro de 2015.
Estudou Filosofia, na Universidade Católica Pontifícia do Equador (1986-1988) e Cinema, na Universidade de S.Paulo (Escola de Comunicações e Artes), entre 1990 e 1994.
Já expôs no Equador, Argentina, Chile, Brasil, França e Espanha. As suas fotografias tem sido publicadas regularmente em diversas revistas de Equador, Colômbia e França.
Publicou dois livros: “Fracturas”, em 2008 e “El Manglar es vida”.

Cádiz: silêncio a preto e branco

Com o tempo e o passar dos anos, a minha vida já não é compreensível para mim. Ficaram para atrás os dias nos quais eu podia resumir tudo numa história ou num conto. O conto feliz de minha vida há muito que se precipitou rumo ao esquecimento. A fotografia, por outro lado, me ofereceu essa ajuda fora da narrativa e me permitiu elaborar para mim, um tempo separado, fora do tempo cronológico. Achei esse espaço no qual os instantes, momentos, se convertem num todo e se estiram, espreguiçam-se, dando uma nova vitalidade ao estático: a suspensão do alento, ao que eu chamo poesia. “Cádiz: silêncio a preto e branco” é para mim essa ilha de imagens onde é tudo tranquilo e eu posso deter-me a meditar e passar a manhã ao relento, ao sol, com brisa, suspenso nalgum remoto lugar entre a consciência e o coração.

http://ivangarcesfotografia.blogspot.com.es/

 

 

605 Total de Visitas 1 Visitas Hoje