José Vaz e Silva

Caldas de S. Jorge | PORTUGAL

Natural de Caldas de S. Jorge, concelho de Santa Maria da Feira, 1966.

Frequentou de curso de fotografia analógica do Centro de Arte de S. João da Madeira, entre 1989 a 1992, orientado pelo professor Aníbal Lemos, onde obteve formação nas áreas da teórica da fotográfica e breve história da mesma; processamento químico de películas fotográficas e diapositivos; impressão de fotografia por processamento químico; impressão química pelo processo cibercrome; processos alternativos à prata; preparação e emolduramento de fotografias para exposição pública.

Frequentou o curso de fotografia digital do Centro de Arte de S. João da Madeira, 2008, orientado pelo professor Aníbal Lemos, onde obteve formação nas áreas de captura, tratamento e impressão digital da imagem.

Frequentou o curso de tratamento de imagem (formação modular de 75 horas, grau 4), do Centro de Formação Profissional da Indústria do Calçado, S. João da Madeira, 2011, onde obteve formação nas áreas de criação e tratamento de imagens digitais com Adobe Photoshop.

Desde 2006 que se tem dedicado à fotografia infravermelho digital, e desde então já converteu diversas câmaras digitais para a captura infravermelho, que lhe tem permitido aperfeiçoar esta técnica fotográfica. Já participou em várias exposições com esta técnica fotográfica.

Exposições:
– Centro de Arte, S. João da Madeira 1989, 1990, 1991;
– Café Feitoria, S. João da Madeira 1990;
– Auditório Mirita Casimiro, Viseu 1990;
– Auditório Carlos Alberto, Porto 1991;
– Fotogaleria ImagoLucis, Porto 1991;
– Galeria Barca D’Artes, Viana do Castelo 1992;
– Fotogaleria ImagoLucis, Porto 1993;
– Cine -Teatro de Santa Maria da Feira 1996;
– Centro de Arte de S. João da Madeira 2002;
– Distilaria da Brogueira 2002;
– Cine-Teatro Messias, Mealhada 2002;
– Fotogaleria ImagoLucis, Porto 2002;
– Loja FNAC / Chiado, Lisboa 2002;
– Centro de Arte de S. João da Madeira 2003;
– Convento de Cristo, Tomar 2003
– Convento de Cristo, Tomar, 2004;
– Centro de Estudos Judiciários, Lisboa, 2004;
– Escola Superior de Teatro e Cinema, Amadora, 2004;
– Espaço Chá-Café, S. João da Madeira, 2006;
– Museu dos Transportes de Coimbra, Coimbra, 2007;
– Externato Senhora do Carmo, Felgueiras, 2007;
– Paços da Cultura, S. João da Madeira, 2009;
– Espaço Chá-Café, S. João da Madeira, 2009;
– Paços da Cultura, S. João da Madeira, 2011;
– Oliva Creative Factory, S. João da Madeira, 2012;
– Galeria da Colorfoto, Porto, 2014;
– Biblioteca Municipal, S. João da Madeira, 2015;
– Galeria Mira Forum, Porto, 2015;
– Mira | artes performativas, Porto, 2017.

 

EXPOSIÇÃO: OUTRO PORTO | ESTE PORTO

da praca da liberdade a s bento 4 - JVS - Cópia

© José Vaz e Silva

José Vaz Silva propôs-se um desafio: procurar um itinerário pessoal no mapa dos percursos propostos por Germano Silva no seu livro “Caminhar pelo Porto”. Para isso, recorre à fotografia infravermelho dando-nos uma imagem surpreendente dos 7 percursos pela cidade do Porto que Germano desenhou.

É um Porto surpreendente, uma nova forma de vermos as casas, as ruas, os edifícios, o céu, as árvores … Jogando com filtros, com tempos de exposição engana a câmara fotográfica dando-nos a conhecer um real que o olho humano não consegue ver: o comprimento de onda da luz infravermelha.

O Porto que nos é devolvido é um Porto onírico que faz apelo à imaginação. Será que reconheceremos este Porto? Será este um outro Porto?

Estas paisagens urbanas questionar-nos-ão. Agendem e aceitem a provocação de uma exposição de fotografia que convoca outra forma de ver a nossa cidade.

Texto de Manuela Matos Monteiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

232 Total de Visitas 1 Visitas Hoje