Nelson Raposo

PORTUGAL |

Nelson Raposo, é natural de Ginetes (S. Miguel | Açores), onde nasceu 19 de Junho de 1975.

Sendo Açoriano, sempre teve grande fascínio e paixão pelo Mar. Desde criança que assistia com grande atenção aos documentários televisivos de odisseias submarinas, proporcionando momentos de grande emoção.

Despertando desde cedo, a vontade de ser ele próprio a ver com os seus olhos e a querer explorar o mar que o rodeia.

Começou por mergulhar em apneia, praticando caça-submarina durante muitos anos. No decorrer destas jornadas, por vezes ficava ali simplesmente a observar a vida e o ambiente que presenciava. Em consequência disso, realizou o curso de mergulho com escafandro autónomo, permitindo assim, permanecer no fundo mais tempo. Foi nesta altura que começou a fotografar com um equipamento muito simples que já possuía.

Nunca mais parou, pois a fotografia é uma aprendizagem constante, sendo-lhe difícil mergulhar sem levar a câmara fotográfica. Diz que nunca há um mergulho igual, há sempre algo diferente para registar, depois recordar e partilhar.

A intensa atividade, fez com que tenha obtido lugares de destaque em concursos regionais, foi coautor na edição de três livros e colabora por vezes com a cedência de imagens para fins científicos, com publicações em revistas açorianas.

Com diversos trabalhos selecionados em exposições coletivas, esta é, a sua terceira exposição individual e a segunda subaquática.

 

EXPOSIÇÃO: ALÉM DO AZUL

© Nelson Raposo

Azul, é talvez a palavra que melhor possa caracterizar o mar. Aquilo que o observador comum pode ver…

No entanto, ao entrarmos nesse ambiente, quer com recurso a aparelhos de respiração artificiais “escafandro autónomo” ou simplesmente em apneia “pulmão livre”, somos brindados por uma imensa biodiversidade de fauna e flora subaquática.

Além do Azul” é um conjunto de imagens que retratam a biodiversidade subaquática costeira do mar do Açores, aquilo que muitos, de outra forma não conseguem ver, começando pelo ambiente, crustáceos, medusas, peixes, entre outros.

O observador tem aqui a oportunidade de apreciar detalhes de seres que por vezes passam despercebidos até ao próprio mergulhador quando este se deixa distrair com tudo aquilo que está ao seu redor.

 

 

 

43 Total de Visitas 1 Visitas Hoje