Xaquín Rosales

ESPANHA | http://www.xaquinrosales.com/

Xaquin Rosales (1958, Vilagarcia de Arousa), vive e trabalha em Vilagarcia de Arousa, na Galiza.

Fotógrafo identificado com o ambiente quotidiano e com uma tendência criativa orientada para a realização de imagens que tentam representar, desde uma perspectiva metafísica e poética, espaços temporais apoiados na memória.

Expõe a sua obra regularmente, participando nos últimos anos em numerosas exposições colectivas e individuais. Caminhante incansável, curioso e observador, imprime aos seus trabalhos uma coerência estilística, com dose de naturalidade e de aberta visão.

.

ESQUEÇO

Xaquin Rosales imagem

 

© Xaquín Rosales

Porque esqueço? Talvez para ser feliz, como dizia Nietzsche, mas o caso é que necessito esquecer, por este motivo tomei estas fotografias, as flores artificiais que muitas pessoas depositam nos lugares onde permanecem os restos dos seus mortos. Estas flores reflectem a passagem do tempo mediante o seu envelhecimento e para mim, quanto mais velhas, suponho que o esquecimento forneceu mais afecto.

Com a passagem do tempo, as recordações vão-se aos poucos, ao lugar mais profundo da minha mente, espalhados, ocultos, misturados uns com os outros, como as cartas dum baralho, em algumas ocasiões ainda os posso recordar com certa claridade, até que os esqueço quase por completo, já não fazem parte da minha vida diária, não me molestam, não distraem a minha atenção. Sucede o mesmo que ás fotografias que guardo na caixa, simplesmente convertem-se num índice sem ordem aparente.

Quando em algum momento, por algum motivo concreto quero recordar, recorro a esse índice, mas tudo aparece-me misturado e ainda que de forma inconsciente, penso que não sei distinguir realmente se essa recordação foi acertada ou quando sucedeu, nasce transformado, formado talvez por distintos pedaços doutras tantas recordações e converte-se numa história diferente, talvez idealizada, já é literatura.

.

.

.

.

.

495 Total de Visitas 1 Visitas Hoje